quinta-feira, 12 de abril de 2018

Sandro Kozikoski atende todos os pré-requisitos para atuação na Procuradoria Geral do Estado


Há um certo alarido de setores da imprensa e da política sobre a nomeação do advogado Sandro Kozikoski como procurador-geral do Estado. Antes de mais nada, convém destacar que Kozikoski é um profissional capacitado e atende todos os pré-requisitados para a função. Mestre e Doutor em Direito das Relações Sociais pela Universidade Federal do Paraná, Kozikoski é professor adjunto de Direito Processual Civil da UFPR e foi professor adjunto da Faculdade Nacional de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro, classificado em primeiro lugar em ambos os concursos públicos prestados.

É coordenador Científico da Especialização de Direito Processual Civil da Academia Brasileira de Direito Constitucional (ABDConst) e membro da Comissão de Estudos Constitucionais da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção Paraná. Kozikoski também é membro do Instituto dos Advogados do Paraná (IAP), do Instituto Brasileiro de Direito Processual (IBDP) e do Comitê Brasileiro de Arbitragem (CBAr).

Autor de diversas livros e artigos jurídicos, foi professor de diversos procuradores do estado que hoje se encontram nos quadros da instituição, bem como palestrou em eventos organizados pela Procuradoria.

Sobre o suposto vínculo privado, Sandro Kozikoski não é mais sócio de escritório de advocacia, tendo se retirado da sociedade que mantinha anteriormente em caráter definitivo, não representando mais nenhum cliente privado, tampouco representa interesse conflitante com o Estado do Paraná. Além disso, o procurador nomeado entregou declaração espontânea se comprometendo a cumprir quarentena de não advogar contra o Estado do Paraná e entidades congêneres pelo prazo de um ano após seu desligamento da PGE.2

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou desta matéria???

As Mais Clicadas do Mês!

As Mais Recentes!

Destaque!

Subir