sábado, 23 de dezembro de 2017

Sindicato ameaça quem abrir depois das 17 horas

Continua o impasse entre os sindicatos que representam as categorias patronal e dos funcionários do comércio de Santo Antônio da Platina e região. Um acordo entre as partes havia acertado que as lojas ficariam abertas neste sábado até às 21 horas e, no domingo, véspera de Natal, permaneceriam fechadas, exceto os supermercados, que manteriam o horário tradicional.

Não se sabe por que razão, o presidente do Sindicato dos Empregados do Comércio de Santo Antônio da Platina e Região, Milton Coelho voltou atrás do acordo e alerta: “quem ficar aberto depois das 17 horas deste sábado terá que se explicar na Justiça do Trabalho”. Ele diz que não haverá fiscalização no sentido de autuar as empresas, mas seu sindicato reunirá provas para ações na justiça.

O Sindicato do Comércio Varejista, por sua vez, não abre mão de um acordo em que os empresários, em troca de não abrirem no domingo, estendem o funcionamento das lojas até às 21 horas deste sábado. O presidente do sindicato patronal, José Alex Filgueira disse à reportagem que o acordo foi feito diante de uma videoconferência, intermediada, dia 11 de dezembro, pelo juiz da Vara do Trabalho de Wenceslau Braz, James Josef Szpatowsk, que já atuou em Santo Antônio da Platina, e conseguiu, anos atrás, elaborar um cronograma de funcionamento do comércio que foi mantido até agora. “Pedimos novamente a ajuda do juiz, que nos atendeu gentilmente, por meio de uma videoconferência, ficou estabelecido que o comércio ficaria fechado no domingo, mas abriria no sábado até as 21 horas com direito a vale alimentação aos trabalhadores e hora extra.

Quando se pensava que o impasse havia sido superado, eis que agora Milton Coelho informa que sua agremiação ingressará na justiça trabalhista com ações contra os comerciantes que mantiverem suas lojas abertas após as 17 horas de hoje.

Supermercados

Milton Coelho ressaltou ainda que os supermercados manteriam a tradição de abrirem aos domingos até às 13 horas. Mais uma vez surge um impasse. A direção do Molinis Supermercados informou na tarde de ontem que manteria o horário de abertura até às 13 horas. Já o Supermercado Avenida informou que ficará aberto até às 18 horas. Esta loja já sofreu fiscalização no passado, sendo multada pela Justiça do Trabalho, segundo informa o sindicato dos empregados. Neste domingo, corre risco de sofrer nova penalização, pois o acertado entre as parte é o funcionamento tradicional até às 13 horas.

FONTE: Jornal Tribuna do vale
FOTO: Antônio Picolli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou desta matéria???

As Mais Clicadas do Mês!

As Mais Recentes!

Destaque!

Subir