terça-feira, 21 de novembro de 2017

Richa paga R$ 98,2 milhões de promoções e progressões para professores do Estado


Até o final deste ano, as promoções e progressões relativas a 2017 e pagas pelo Estado aos professores e funcionários de escolas somaram R$ 98,2 milhões. Os benefícios começaram a ser pagos em agosto (15 mil servidores de escolas) e em outubro (22 mil professores). A implantação foi autorizada em julho pelo governador Beto Richa e vale para todos os servidores do Estado que já cumpriram os requisitos necessários para a aquisição desses benefícios este ano.


Com a medida, serão pagos 55 mil avanços de carreira, que se somam aos pagamentos iniciados em janeiro, quando 94 mil atos foram implantados pelo Estado. Para quitar promoções e progressões de todas as categorias do serviço público estadual, foi reservado R$ 1,4 bilhão do orçamento deste ano. “A implantação das promoções e progressões mostra o respeito que o Governo do Estado tem pelos nossos servidores, de todas as áreas”, disse Beto Richa.

No mês de janeiro foram implantados benefícios aos servidores que adquiriram o direito a progressões e promoções até dezembro de 2016. Somente na educação, esses benefícios chegam a R$ 432,4 milhões (relativos aos anos de 2015 e 2016). “Estamos numa situação privilegiada. Enquanto alguns estados apresentam dificuldades para pagar os salários ou o 13º, no Paraná, além do pagamento em dia, são concedidos avanços de carreiras”, afirmou a secretária estadual da Educação, professora Ana Seres. Para o ano que vem, o Estado estima em R$ 174,8 milhões o custo das promoções e progressões da educação.

De 2011 até agora, o aumento da remuneração média dos professores da rede pública estadual foi de 146%. Nesse período, o valor passou de R$ 2,1 mil para R$ 5,2 mil. Para um professor em início de carreira, a remuneração é de R$ 3,6 mil (R$ 2,8 mil de salário e R$ 800 de auxílio-transporte). A remuneração média é próxima a R$ 5,2 mil e os contracheques para o topo da carreira os valores giram em torno de R$ 15 mil.

Desde 2011 foram contratados cerca de 23,8 mil servidores da educação (entre professores e funcionários). Nos últimos anos foram empossados 5,7 mil novos professores do concurso público de 2013, o último realizado para professor da rede pública do Estado do Paraná. O chamamento mais recente de remanescentes foi há três meses, para cerca de 300 professores.

(foto: Jaelson Lucas/ANPr)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou desta matéria???

As Mais Clicadas do Mês!

As Mais Recentes!

Destaque!

Subir