quarta-feira, 6 de setembro de 2017

‘Mãe Paranaense’ completa seis anos e passa de 11 mil atendimentos



O Ambulatório do Centro Mãe Paranaense que funciona em Jacarezinho completou seis anos de atendimento. Gerenciado pelo Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro (CISNORPI) através de um convênio com a Secretaria de Estado da Saúde (SESA) ele iniciou os atendimentos a Gestantes de Alto Risco, na época com apenas um profissional.
Atualmente são cinco profissionais que realizam o pré-natal de gestantes dos 22 municípios consorciados e até o final do mês de julho de 2017 foram realizadas entre primeiras consultas e retornos 11.582 atendimentos nas áreas médicas de obstetrícia e endocrinologista. Além disto, elas são acompanhadas por uma equipe Multidisciplinar: Assistente Social, Psicóloga, Enfermeira e Nutricionista.
Os agendamentos são realizados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos municípios, após uma Estratificação de Risco. No dia da consulta as gestantes passam por um atendimento de apoio e encaminhadas para a pré consulta de enfermagem onde são realizados os sinais vitais da mãe e batimento fetal. As gestantes acima de 31 semanas realizam o exame de Cardiotocografia (avalia o bem estar fetal).

Nas instalações do Centro Mãe Paranaense são disponibilizados quatro leitos e um banheiro com chuveiro. As gestantes também participam de rodas de conversas para troca de experiências. Os exames solicitados são todos autorizados pelo CISNORPI. O projeto conta com um médico Ginecologista-Obstetra com titulação em medicina fetal e realiza vários exames de ultrassonografia obstetrícia com Dopples e Morfológico.
A jacarezinhense Viviane Rodrigues Alves, 30 anos, já está com 23 semanas de gestação. “O atendimento é ótimo e todos aqui são atenciosos. Os exames são de qualidade e gratuito e tudo é feito para que o pequeno Davi venha com toda a saúde”, comenta Viviane.
A moradora de Conselheiro Mairinck Simone Salomão Ferreira, 30 anos, também participa do programa e destaca que sempre estão trocando experiências. “Parabéns a todos que participam desse programa. Devido ao ótimo atendimento que tenho aqui a distância não atrapalha para a saúde de meu bebê”, explica Simone.
A intenção das unidades Centro Mãe Paranaense e Hospital Regional do Norte Pioneiro juntamente com a 19ª Regional de Saúde é para que a taxa de mortalidade materna e infantil reduza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou desta matéria???

19 Regional de Saúde Abatia Abatiá ACISC AJUDE O LUCCA Alex Canziani Alexandre Curi Alexandre Guimarães Andira Andirá Angra Doce Artigos Assessorados AUDIÊNCIA PÚBLICA Bandeirantes Barra Barra do Jacaré Beto Richa BOM DE BOLA BRASIL CADASTRO Cambara CAMBARÁ CAPS Carlopolis Carlópolis Casas em Cornélio CERTANO CIAS Cida Borghetti CISNORPI CONCURSO Conselheiro Conselheiro Mairinck ConselheiroMairinck Cornélio Procópio CREF Cultural Curiuva Destaque DETRAN EM AÇÃO Diversos Economia Educacao Educação Esportes Evandro Junior Figueira FUTEBOL Governo do Estado Governo Federal Guapirama Ibaiti Itambaracá Jaboti Jacarezinho Jaguariaíva Japira Joaquim Távora JoaquimTavora Jogos Escolares Jundiaí do Sul JundiaidoSul Liberatti LIMITE DE GASTOS Londrina Magda Cristina MARQUES DOS REIS Michele Caputo MOLINIS Nova América da Colina NOVO CAMINHO Núcleo de Educação OFERTA DE CURSOS Online PARANÁ Parceria FAEL Pedro Lupion PHS Pinhalao Pinhalão PLATINA PM Policial Politica Política Projetos Quatigua Ratinho Junior Regiao Região Ribeirão Claro Ribeirão do Pinhal RibeiraoClaro RibeiraoDoPinhal Romanelli Rubens Bueno Salto do Itararé SaltoDoItarare SAMU Santa Cecília do Pavão Santa Mariana Santana do Itararé SantanaDoItarare Santo Antônio da Platina São José da Boa Vista São Sebastião da Amoreira SaoJosedaBoaVista SAP Saúde SEDS Sindicato Rural SAP Siqueira Campos SiqueiraCampos SOMOS CONSULTORIA Tomazina Trânsito Tribunal de Contas UENP VERMELHO Wenceslau Braz WenceslauBraz

As Mais Clicadas do Mês!

As Mais Recentes!

Destaque!

Subir