segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Prefeitura volta a pagar auxilio-alimentação para servidores



Os 250 servidores municipais de Abatiá voltam a receber nesse mês o vale-alimentação, benefício garantido em lei, mas que havia sido cortado pela administração anterior logo após as eleições de outubro passado. São R$ 250 que passam a ser creditados aos funcionários públicos que podem usar um cartão para compras em empresas credenciadas pela prefeitura, a maioria supermercados.
Nesse mês os servidores vão receber o benefício de forma retroativa, já que o atual prefeito Nelson Garcia Júnior (PDT) decidiu que o benefício pago será referente também ao mês de janeiro. Com o bônus de R$ 500 para cada servidor do município, a prefeitura espera injetar R$ 130 mil no comércio local nos primeiros dias de março, quando o dinheiro será creditado na conta dos servidores.
A confirmação do restabelecimento do benefício de forma retroativa foi anunciada na quinta-feira, 16, através das redes sociais pelo próprio prefeito, que comemorou a assinatura do decreto. Ele justificou que o auxilio era uma conquista dos servidores e que não podia ser tirada com o simples argumento da crise econômica. Para o prefeito, os direitos adquiridos dos trabalhadores devem ser respeitados a qualquer preço.
O benefício é uma antiga conquista do funcionalismo municipal de Abatiá. Porém, na segunda semana de outubro de 2016, a ex-prefeita Maria de Lourdes Yamagami (2013-2016) derrotada nas urnas pelo próprio Nelson Garcia Júnior – fez 66% dos votos válidos - simplesmente cortou o auxílio através de um decreto deixando os servidores em situação delicada.
Para a vereadora Érika Garcia (PMDB), a Justiça foi restabelecida com o decreto de Garcia Júnior. “São pais e mães de família que dependiam desse auxílio e quê de uma hora para outra foi lhes tirado sem aviso prévio. Garcia (Júnior) reafirma com essa atitude que seu compromisso com o funcionalismo está sendo cumprido. Iniciativas como essa sempre terão meu apoio”, declarou a peemedebista.

FONTE: Jornal Tribuna do Vale

Um comentário:

  1. Estou muito triste e indignada como nossa cidade está sendo cuidada. Quem ama Jacarezinho não gosta de ver o que está acontecendo. É pronto socorro querendo fechar, falta emprego, asfalto tudo esburacado, muita gente vendendo ou alugando suas casas e indo embora pra conseguir trabalho pk aqui não tem. Triste, muito triste eu só peço que Deus ilumine á cabeça desses nossos governantes pra que façam algo por nós pk tá difícil continuar assim ������

    ResponderExcluir

O que você achou desta matéria???

As Mais Clicadas do Mês!

As Mais Recentes!

Destaque!

Subir