sábado, 11 de fevereiro de 2017

Hospital Regional: Para retomar obra, prefeito deverá revogar ato de ex-prefeito

A empresa Endeal deverá retomar nos próximos dias, as obras do Hospital Regional “Pioneiro Amin Hannouche” de Cornélio Procópio. Pelo menos foi o que informou esta semana, o prefeito Amin José Hannouche (PSDB). Ele participou da abertura dos trabalhos do ano legislativo da Câmara de Vereadores em sessão ordinária realizada recentemente. Seguindo recomendação do Procurador da República, Luiz Antonio Ximenes Cibin, de Londrina, Amin Hannouche deverá reiniciar o mais breve possível a construção do Hospital, paralisado na administração passada, através de rompimento unilateral do contrato firmado com a construtora. De acordo com o prefeito, a empresa Endeal desistiu da Ação Cautelar contra o município e um estudo jurídico está sendo finalizado para que a construtora reinicie as obras.

“A empresa demonstrou todo o interesse em fazer a obra, desde que haja o reajuste financeiro correto conforme havia sido solicitado. Nós vamos revogar o ato administrativo do ex-prefeito e reativar o contrato dentro de todas as regras determinadas pelo Jurídico da Prefeitura. A ação que a empresa propôs contra o município de Cornélio Procópio está no Ministério Público Estadual e com a sua anulação, teremos condições de reativar o contrato já firmado”, esclareceu o prefeito. Sem determinar um prazo para a sua conclusão, o prefeito Amin Hannouche afirmou que deverá utilizar todos os meios possíveis e a influencia necessária de políticos que receberam votos em Cornélio Procópio e que são deputados estaduais no Paraná e federais em Brasília para terminar a estrutura física, a aquisição de equipamentos e mobílias e sua operacionalidade. Depois de concluído, o Hospital Regional poderá empregar cerca de mil profissionais de forma direta e indireta.
(Comunicação/Prefeitura)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou desta matéria???

As Mais Clicadas do Mês!

As Mais Recentes!

Destaque!

Subir