terça-feira, 13 de dezembro de 2016

75 municípios do Paraná apresentam alerta para dengue

Um levantamento feito pela Secretaria estadual da Saúde mostrou que 77 cidades do Paraná estão em estado de alerta para epidemias de dengue de acordo com o índice de infestação do mosquito transmissor. Os dados foram apresentados após o Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) referente ao mês de novembro realizado por 303 municípios.

O LIRAa é um cálculo que compara a quantidade de imóveis visitados pelos Agentes de Saúde com a quantidade de focos com larvas do mosquito encontrados nessas visitas. “Atualmente, o Governo do Estado recomenda que as prefeituras façam esse levantamento nos meses de fevereiro e novembro para que possamos monitorar a situação no Paraná”, explica a chefe do Centro estadual de Vigilância Ambiental, Ivana Belmonte.

O resultado abaixo de 1% é considerado fora de perigo (menos de uma casa infestada para cada 100 pesquisadas), de 1 a 3,9% é estado de alerta (de uma a três casas infestadas para cada 100 pesquisadas), e acima de 4% há risco de surto e demanda ações emergenciais (quatro ou mais casas infestadas para cada 100 pesquisadas).

Segundo o mesmo levantamento, dois municípios apresentaram o índice de alto risco para epidemias, ou seja, com valor igual ou acima de 4%. São Miguel do Iguaçu, na região oeste do Paraná, registrou 4% de índice de infestação; e Jacarezinho, no norte pioneiro, apresentou o valor de 4,8%.

Além das cidades em risco, já foi confirmada a presença do vetor em 313 municípios do Estado em 2016. “Onde há mosquito, pode haver doença. Além da dengue, o Aedes aegypti pode transmitir várias outras patologias. Portanto, mesmo que o município ainda não apresente casos de dengue, o perigo existe e a principal recomendação é não deixar o Aedes nascer”, diz Ivana.

PREVENÇÃO – De acordo com o novo boletim divulgado pela Secretaria da Saúde nesta terça-feira (13), foram confirmados 298 casos de dengue no Paraná desde agosto de 2016. O informe também apresenta seis casos de chikungunya, sendo apenas um autóctone (em que a contaminação ocorreu no Estado), e nenhum caso de zika no período.

De acordo com a chefe do Centro estadual de Vigilância Ambiental, apesar da redução de casos comparada ao mesmo período em 2015, os cuidados devem continuar. “Embora haja redução de 74% no número de casos, a população precisa manter as medidas preventivas para evitar a proliferação do mosquito”, enfatiza.

As recomendações são as mesmas, como não deixar focos de água parada, organizar uma rotina de limpeza semanal das residências e locais de trabalho, e eliminar qualquer possível criadouro de mosquito. A atenção deve ser especial com lixos, vasos, garrafas retornáveis, recipientes de descongelamento na parte de trás das geladeiras e caixas d’água.

Veja quais são os municípios que apresentam alto risco de surto de dengue:

Jacarezinho
São Miguel do Iguaçu

Veja quais são os municípios que apresentam alerta para dengue:
Nova Aurora
Corumbataí do Sul
Cruzeiro do Sul
Quinta do Sol
Mamborê
Marumbi
Santa Isabel do Ivaí
Lupionópolis
Mirador
São João do Ivaí
Grandes Rios
Altamira do Paraná
Sertaneja
Ivatuba
Ampére
Mariluz
Inajá
Brasilândia do Sul
Santa Mônica
Espigão Alto do Iguaçu
Formosa do Oeste
Marialva
Prado Ferreira
Vera Cruz do Oeste
Assis Chateaubriand
Guaíra
Moreira Sales
Nova Londrina
Leópolis
Santo Antônio do Caiuá
Pérola d'Oeste
Pitangueiras
Maria Helena
Assaí
Nova Aliança do Ivaí
Nova Esperança
Realeza
Terra Roxa
Ângulo
Itaguajé
Santa Terezinha de Itaipu
Iretama
Londrina
Capitão Leônidas Marques
Diamante do Norte
Bela Vista do Caroba
Amaporã
Bela Vista do Paraíso
Mercedes
Ribeirão do Pinhal
Roncador
Rondon
Santa Amélia
Santa Mariana
São Jorge do Patrocínio
Esperança Nova
Planaltina do Paraná
Iguaraçu
Itambé
Jaguapitã
Andirá
Nova Cantu
Perobal
Tamboara
São Pedro do Ivaí
Centenário do Sul
Francisco Alves
Xambrê
Douradina
Ouro Verde do Oeste
Palotina
Sarandi
Terra Boa
Alto Piquiri
Siqueira Campos
Guaporema
Novo Itacolomi

FONTE: SESA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou desta matéria???

19 Regional de Saúde Abatia Abatiá ACISC AJUDE O LUCCA Alex Canziani Alexandre Curi Alexandre Guimarães Andira Andirá Angra Doce Artigos Assessorados AUDIÊNCIA PÚBLICA Bandeirantes Barra Barra do Jacaré Beto Richa BOM DE BOLA BRASIL CADASTRO Cambara CAMBARÁ CAPS Carlopolis Carlópolis Casas em Cornélio CERTANO CIAS Cida Borghetti CISNORPI CONCURSO Conselheiro Conselheiro Mairinck ConselheiroMairinck Cornélio Procópio CREF Cultural Curiuva Destaque DETRAN EM AÇÃO Diversos Economia Educacao Educação Esportes Evandro Junior Figueira FUTEBOL Governo do Estado Governo Federal Guapirama Ibaiti Itambaracá Jaboti Jacarezinho Jaguariaíva Japira João Carlos Gomes Joaquim Távora JoaquimTavora Jogos Escolares Jundiaí do Sul JundiaidoSul Liberatti LIMITE DE GASTOS Londrina Magda Cristina MARQUES DOS REIS Michele Caputo MOLINIS Nova América da Colina NOVO CAMINHO Núcleo de Educação OFERTA DE CURSOS Online PARANÁ Parceria FAEL Pedro Lupion PHS Pinhalao Pinhalão PLATINA PM Policial Politica Política Projetos Quatigua Ratinho Junior Regiao Região Ribeirão Claro Ribeirão do Pinhal RibeiraoClaro RibeiraoDoPinhal Romanelli Rubens Bueno Salto do Itararé SaltoDoItarare SAMU Santa Cecília do Pavão Santa Mariana Santana do Itararé SantanaDoItarare Santo Antônio da Platina São José da Boa Vista São Sebastião da Amoreira SaoJosedaBoaVista SAP Saúde SEDS Sindicato Rural SAP Siqueira Campos SiqueiraCampos SOMOS CONSULTORIA Tomazina Trânsito Tribunal de Contas UENP VERMELHO Wenceslau Braz WenceslauBraz

As Mais Clicadas do Mês!

As Mais Recentes!

Destaque!

Subir